http://laboratorios.cetesb.sp.gov.br

Surtos de doenças de veiculação hídrica

Doenças de veiculação hídrica:
Doenças de veiculação hídrica são aquelas causadas pela presença de microrganismos patogênicos (bactérias, como a Salmonella, vírus, como o rotavírus, e parasitas como a Giardia lamblia) na água utilizada para diferentes usos. Eventualmente, essas doenças podem atingir um maior número de pessoas causando surtos e em proporções ainda maiores as epidemias. Nesses casos, as análises de microrganismos patogênicos são particularmente úteis para comprovar a associação da doença à água.Para este fim, a amostra ambiental suspeita (água da rede de distribuição, praias, poços, etc) deve ser coletada o mais rapidamente possível após a detecção do surto e analisada quanto à presença do microrganismo causador da doença, identificado pelos sintomas clínicos ou, idealmente por exames laboratoriais nas pessoas afetadas.

Comissões de trabalho para atuações em situações de emergência:

A CETESB trabalha em conjunto com os Centros de Vigilâncias Epidemiológica e Sanitária da Secretaria da Saúde e outros Órgãos do Governo do Estado de São Paulo em duas Comissões de trabalho para atuações em situações de emergência:

  1. Cólera e outras doenças transmitidas por alimentos (ampliada em 1999)
  2. Segurança Alimentar e Saúde (criada em 1998)

Maiores informações sobre doenças relacionadas à água ou de transmissão hídrica consultar o site do Centro de Vigilância Epidemiológica http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/dta_menu.html